Edição 6 – Saiba tudo sobre o vírus de computador que sequestra dados

Nenhum Comentário 254 Views0


Prezado Cliente Mastertech,

Você já ouviu falar de um vírus que sequestra dados e arquivos do computador?

Você tenta abrir uma pasta de documentos importantes em seu computador e recebe uma mensagem dizendo que ela foi “sequestrada” e que os dados só serão devolvidos após pagamento de resgate?

Atualmente, muito se tem falado sobre uma ameaça virtual que vem crescendo nos últimos dias – um tipo de vírus de computador (malware) que sequestra os dados e documentos, e que exige um resgate para liberá-los.

Como curiosidade, o mais famoso ataque virtual desse tipo foi o vírus Wannacry, que em maio de 2017 sequestrou dados e documentos em diversos países, afetando mais de 700 mil pessoas, entre consumidores, empresas, hospitais e até departamentos governamentais.

Portanto, é extremamente importante estarmos atentos a este tema, e nesta edição de nosso newsletter, queremos compartilhar com você, os cuidados especiais que devemos ter para evitar este tipo de ataque em nossos computadores. Leia com muita atenção!

1) O que é ransomware?

O termo ransomware, define um tipo de software malicioso que obriga suas vítimas a pagar um resgate pelos dados e documentos sequestrados. Os hackers mantém os arquivos do computador invadido criptografados, de forma que o dono não consiga mais acessá-los.

2) Como ele chega aos computadores?

Este tipo de software malicioso pode surgir em diferentes formas. Muitas vezes, eles conseguem ter acesso ao computador por meio de um site ou programa infectado, enviado como um anexo por e-mail ou baixado da internet.

Primeira dica: Não clique em links ou baixe programas que são enviados por e-mail,
a menos que você tenha a total certeza de que são genuínos.

3) O que acontece no computador infectado?

O ransomware assume o controle do computador de duas formas principais:

  • Bloqueio da tela e;
  • Encriptação dos arquivos.

Os usuários somente se dão conta do problema quando uma mensagem de notificação é exibida na tela do computador, informando como se deve proceder para recuperar o acesso e os dados, incluindo informações sobre como deve ser pago pelo resgate.

Quem pode ser infectado?

Usuários dos sistemas operacionais Windows, Mac OS X e até mesmo Linux já foram vítimas dos ransomwares.

Segunda dica: Mantenha sempre atualizados os procedimentos de segurança,
como firewall e antivírus em seu computador e servidores de dados.

O que fazer se o computador for infectado?

Primeiro, desligue o computador para interromper a propagação do malware e o processo de criptografia dos arquivos. Em seguida, desconecte o computador da rede e ligue-o novamente. Depois disso, basta fazer uma limpeza executando um antivírus apropriado e excluindo os arquivos maliciosos para ter sua máquina de volta.

Retomado o acesso ao computador, basta restaurar o backup dos arquivos – já com o computador devidamente limpo.

Terceira dica: Realize backups dos arquivos e documentos importantes do computador diariamente,
principalmente do banco de dados que contenha registros de clientes, produtos, movimentações financeiras e etc,
afim de garantir a segurança e integridade dos dados, caso ocorra um ataque ao computador.

Como manter o computador seguro?

  • Não baixe arquivos suspeitos, verifique anexos de e-mail e não clique em links desconhecidos. Tantos os arquivos quanto os links podem ser falsos e conduzi-lo a softwares maliciosos;
  • Mantenha seu computador sempre atualizado. Ransomwares e outros tipos de malware geralmente ficam à espreita, esperando buracos nos sistemas operacionais. Normalmente, os pacthes de atualizações tapam estes buracos e reforçam a segurança;
  • Use antivírus e firewall confiáveis;
  • Mantenha o recurso de restauração do sistema ativo, assim você poderá revertê-lo a um estado prévio à infecção;
  • Habilite a função de exibição das extensões dos arquivos. O ransomware pode se disfarçar de arquivo com alguma extensão confiável, como um PDF. Vendo o nome completo do arquivo, é possível identificar um *.pdf.exe, por exemplo;
  • Mantenha um backup diário e atualizado dos seus arquivos, documentos e banco de dados em um HD externo ou na nuvem.

Com estes cuidados e com as devidas prevenções, conseguimos evitar que este tipo de vírus entre em nossos computadores, prejudicando e comprometendo toda uma vida de trabalho.

Caso surjam dúvidas sobre este tema, fique à vontade em nos acionar:

suporte@mastertechsistemas.com.br
– (41) 3083-6502 / (41) 3083-6506 / (41) 3083-6507 / (41) 3083-6508

Isso e muito mais só a Mastertech Sistemas tem a lhe oferecer.

Forte abraço e ótimos negócios!

Equipe Mastertech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *